Adriana Fóz participa da abertura do planejamento das aulas on-line para professores de toda a rede estadual de ensino

No período de 22 a 24 de abril, a Secretaria de Educação do Governo do Estado de São Paulo, realiza a abertura do planejamento do retorno das atividades não presenciais aos professores de 5.100 escolas da rede estadual de ensino que iniciarão no próximo dia 27 de abril, aulas remotas a serem realizadas por meio do EAD (ensino a distância) para alunos do ensino fundamental e médio, que durante o período de suspensão das aulas, serão computadas como dias letivos.

Os 3,5 milhões de estudantes da rede estadual de São Paulo usarão aulas por meio da TV aberta e pela Internet. O governo criou o Centro de Mídias da Educação de São Paulo, uma plataforma que permite o acesso gratuito a aulas e outros conteúdos pedagógicos durante o período de pandemia de novos coronavírus (Covid-19).

Adriana Fóz, neuropsicóloga, neurocientista e educadora, acaba de fazer a abertura neste dia 23, às 10h, desta importante atividade para a educação do Estado de São Paulo, voltada para mais de 250 mil professores / educadores. Apresentou o conteúdo atual de sensibilização do professor / educador para mobilização de recursos pessoais e profissionais na superação de adversidades atuais, bem como dos cuidados com a saúde emocional e mental de si, de colegas e alunos. Adriana é uma das referências em educação para  saúde mental, sendo autora de vários livros, onde o último motivou o convite para esta palestra: o livro Frustração – como treinar suas competências emocionais para enfrentar os desafios da vida pessoal e profissional, editora Benvirá.

Uma pandemia de coronavírus e seu consequente confinamento marca um ponto de inflexão – uma mudança profunda na aprendizagem, na valorização da ciência e no desenvolvimento de habilidades socioemocionais. A perda de mobilidade está quebrando paradigmas do mundo tecnológico e alterando o comportamento do consumo de coisas, entretenimento e educação.

Com os alunos do ensino médio tentando aprender on-line, educadores, pais e alunos estão sendo treinados para se comunicar, colaborar, comportar, relacionar, organizar, enfim, aprender e aprender de uma outra forma.

Sobre a Adriana Fóz

Mestre em Psiquiatria e Psicologia Médica pela UNIFESP, Pós-graduada em Psicologia da Educação pela Universidade de São Paulo (USP) e Adriana Fóz é especialista em Psicopedagogia e Neuropsicologia. É Diretora da NeuroConecte, Pesquisadora do LINC (Laboratório de Neurociências Clínicas – Unifesp). Referência nacional em Educação Socioemocional, Reabilitação Cognitiva e Neurociência Educacional, Adriana atende em seu consultório pacientes jovens e adultos, além de cursos e aulas em importantes instituições, como CDN (Unifesp), Casa do Saber, Palas Athena, Singularidades e outros. Palestrante em congressos nacionais e internacionais, incluindo TEDx, Adriana também é autora de diversos livros, entre eles o livro Frustração, lançado em 2019, o best-seller “A cura do cérebro” e “As aventuras de Newneu – O superneurônio”.